Ir para o conteúdo

Prefeitura de Costa Rica - MS e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Costa Rica - MS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
SET
04
04 SET 2023
Costa Rica decreta ponto facultativo na próxima sexta-feira
Foto Noticia Principal Grande
Fotos: Divulgação Assecom / PMCR
enviar para um amigo
receba notícias
O Governo de Costa Rica decretou ponto facultativo nas repartições públicas municipais na próxima sexta-feira, dia 8, após o feriado da Independência do Brasil, comemorado em 7 de setembro. De acordo com o decreto, os órgãos e repartições municipais estarão fechados nesse dia, com exceção dos serviços essenciais. Cabe aos secretários determinar quais atividades devem ser mantidas em funcionamento. O expediente voltará ao normal na segunda-feira, dia 11 de setembro. Em Costa Rica, serão realizadas cerimônias cívicas na praça central no dia 7 de setembro.
O Governo de Costa Rica decretou ponto facultativo nas repartições públicas do município na próxima sexta-feira, dia 8 de setembro, após o feriado de 7 de setembro.
 
Conforme o Decreto 4.901 de 3 de fevereiro de 2023, publicado no Diário Oficial do Município, edição nº 3384, os órgãos e repartições públicas municipais, da administração direta e indireta, estarão fechados nesse dia, sem comprometimento das atividades públicas consideradas como serviços essenciais à população.
 
No entanto, é imprescindível ressaltar que existem setores e serviços essenciais que não podem ser paralisados ou interrompidos. Nesse sentido, cabe aos secretários de cada pasta determinar quais atividades devem ser mantidas em funcionamento.
 
O expediente voltará ao normal na próxima segunda-feira (11), a partir das 7 horas.
 
Independência do Brasil
 
O feriado da Independência do Brasil é comemorado em 07 de setembro, neste ano de 2023 a data cairá na quinta-feira.
 
7 de setembro é um feriado nacional no Brasil. A data comemora a independência do país, declarada em 7 de setembro de 1822.
 
O feriado é um momento de orgulho para os brasileiros, que celebram a sua história e a sua cultura. A data é um símbolo da luta dos brasileiros pela liberdade.
 
O feriado é um momento de descanso para a maioria dos brasileiros. Muitos aproveitam para viajar e visitar familiares e amigos.
 
A independência do Brasil é uma data muito importante para os brasileiros.
 
Em Costa Rica haverá o hasteamento dos pavilhões nacional, estadual e municipal, bem como será executado os hinos do Brasil, de Costa Rica e da Independência na praça central, Manoel Romualdo Gonçalves a partir das 7h com a presença de autoridades municipais, populares e escolas.
 
Como Ocorreu? Um pouco da história...
 
Independência do Brasil é um processo que se estende de 1821 a 1825 e coloca em violenta oposição o Reino do Brasil e o Reino de Portugal, dentro do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves. As Cortes Gerais e Extraordinárias da Nação Portuguesa, instaladas em 1820, como uma consequência da Revolução Liberal do Porto, tomam decisões, a partir de 1821, que tinham como objetivo reduzir novamente o Brasil ao seu antigo estatuto colonial.
 
Antecedendo o processo de independência do Brasil, mas com fortes influências sobre o mesmo, ocorre a transferência da corte portuguesa para o Brasil. Em 1807, o exército francês invadiu o Reino de Portugal que se recusa a se juntar ao bloqueio continental contra o Reino Unido. Incapaz de resistir ao ataque, a família real e o governo português fugiram para o Brasil, que era então a mais rica e desenvolvida das colônias lusitanas. A instalação do Tribunal de Justiça no Rio de Janeiro traz uma série de transformações políticas, econômicas e sociais que levam à decisão do Príncipe Regente D. João, consumada em 16 de dezembro de 1815, de elevar o Brasil à condição de reino, unido com sua ex-metrópole.
 
Porém, em 1820, uma revolução liberal eclodiu em Portugal e a família real foi forçada a retornar para Lisboa. Antes de sair, no entanto, D. João nomeia o seu filho mais velho, D. Pedro de Alcântara de Bragança, como Príncipe Regente do Brasil (1821). Fiel ao seu pai, o príncipe-regente vê sua condição complicada pela vontade política das cortes portuguesas em repatriá-lo e de retornar o Brasil ao seu antigo estatuto colonial. Oficialmente, a data comemorada para independência do Brasil é a de 7 de setembro de 1822, em que ocorreu o chamado "Grito do Ipiranga", às margens do riacho Ipiranga (atual cidade de São Paulo). Em 12 de outubro de 1822, o príncipe foi proclamado imperador pelo nome de Pedro I e o país leva o nome de Império do Brasil.
 
Assim começou a guerra de independência que vê nascer e atuar o exército brasileiro, formado a partir das tropas coloniais portuguesas, contra aquelas que permaneceram fiéis ao Reino de Portugal em algumas partes do país, evitando a desfragmentação do território. Em meio ao conflito, há o levantamento da Confederação do Equador, que pretendia formar seu próprio governo, republicano, mas foi duramente reprimido. Depois de três anos de conflito armado, Portugal finalmente reconheceu a independência do Brasil, e em 29 de agosto de 1825 foi assinado o Tratado de Amizade e Aliança firmado entre Brasil e Portugal. Em troca, o Brasil se comprometeu a pagar ao Reino de Portugal uma indenização substancial e assinar um tratado de comércio com o Reino Unido, para indenizá-lo por sua mediação.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação - PMCR
Autor: Silvestre de Castro - Jornalista e Radialista
Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia