Ir para o conteúdo

Prefeitura de Costa Rica - MS e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Costa Rica - MS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAR
03
03 MAR 2022
EDUCAÇÃO
Costa Rica reajusta em até 55,96% a tabela de salário dos professores efetivos
enviar para um amigo
receba notícias
Enquanto o Governo Federal concede um reajuste de 33,24% aos profissionais do magistério da Educação básica pública para o ano de 2022 com a sanção do piso salarial nacional, o Governo de Costa Rica iguala ao piso nacional e atualiza a tabela de vencimento dos professores em até 55,96%, o maior índice de correção salarial concedida à categoria desde o surgimento da Lei do Piso, em 2008, como forma de valorizar o professor.
 
A reposição não pôde ser feita em 2020, devido à LC (Lei Complementar) nº 173, que vedava aumentos, por conta da pandemia da Covid-19, mas em 2022, o Governo Municipal com o aval da Câmara de Vereadores e a participação efetiva do SIMCOR (Sindicato dos Servidores Públicos Municipais), atualizou os índices da Tabela de Vencimento dos profissionais do magistério que é regida por legislação específica.
 
A demanda acumulou-se nos últimos anos porque a receita do FUNDEB (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) é bem superior ao comprometimento com a folha de pagamento do corpo docente. Como forma de equilibrar o fiel da balança, o poder público encontrou a solução e corrigiu em até 55,96%, a tabela de vencimento dos professores, conforme os níveis de habilitação da Carreira dos Profissionais do Magistério Público Municipal que são organizados por nível de habilitação.
 
Para o Nível médio (I), professor com formação em nível médio, na modalidade normal (magistério) a correção foi de 35,17%;

Para o Nível superior (II), professor com formação em normal superior, pedagogia ou em Licenciatura na (s) área (s) específica (s), a correção atingiu o maior percentual, 55,96%;

Para Nível de pós-graduação lato sensu (III), professor com formação em nível superior, especialista na área de concurso ou de atuação, a correção foi de 53,19%;

Já para o Nível de pós-graduação stricto sensu (IV), professor com formação em nível superior, mestre ou doutor na área de concurso ou de atuação, o percentual alcançou 52,06%.
 
Os cargos da Carreira dos Profissionais do Magistério Público Municipal estão organizados por nível de habilitação, conforme consta na tabela da Lei Complementar nº 106, de 21 de fevereiro de 2022. Entrou em vigor nesta terça-feira (1º).
 
Conforme o prefeito Cleverson Alves dos Santos, a medida tem como objetivo resgatar à dignidade dos professores. “Os recursos são provenientes do Fundeb e os nossos professores merecem a devida correção da tabela, já que estávamos entre os piores salários do Estado na categoria. A nossa meta é entregar a gestão nos quatro anos, com o professor de Costa Rica valorizado e tendo entre os cinco melhores salários do Estado.  Essa valorização do magistério implica a melhoria da qualidade da educação, da escola, do ensino e da sociabilidade de forma ampla”, justificou o gestor.
Fonte: Assessoria de Comunicação - PMCR
Autor: Silvestre de Castro
Seta
Versão do Sistema: 3.4.1 - 29/04/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia