Ir para o conteúdo

Prefeitura de Costa Rica - MS e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Costa Rica - MS
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social Instagram
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
AGO
25
25 AGO 2022
EDUCAÇÃO
Diretores e Coordenadores participam de reunião com o instrutor do Proerd na SEMED
Foto Noticia Principal Grande
Fotos: Silvestre de Castro - Assecom / PMCR
enviar para um amigo
receba notícias
Nesta quinta-feira (25) pela manhã, diretores e coordenadores pedagógicos de Costa Rica, participaram de reunião com o instrutor do Proerd (Programa Educacional de Resistência às drogas e à Violência), cabo da Polícia Militar, Péricles Coelho, na sala de Apoio Pedagógico da SEMED (Secretaria Municipal de Educação) para discutir as ações das Políticas de Prevenção às Drogas no âmbito da Educação. Na oportunidade estavam presentes, o prefeito em exercício, Roni Cota e a secretária interina de Educação, Maria Almeida.
 
O Programa é direcionado aos estudantes dos quintos anos, do Ensino Fundamental I, por ser uma idade propícia de entendimento e aprendizado em uma ação conjunta entre a Polícia Militar, a Escola e a Família. Uma vez por semana, policiais treinados ensinam as lições nas escolas, onde o aluno aprende a identificar drogas, as consequências do uso, formas de se manter longe dos entorpecentes e como dizer não. Durante 17 semanas, esses conhecimentos são passados de forma lúdica com palestras, desenhos, redações, estórias, jogos e dinâmicas de grupo.
 
O curso tem o objetivo de desenvolver um trabalho de prevenção e combate às drogas e à violência nas escolas, com lições de ética e cidadania que não ficam restritas às instituições de ensino.
 
De acordo com o instrutor do Proerd há 16 anos em MS, cabo da Polícia Militar, Péricles Coelho, o intuito é orientar e prevenir às crianças quanto ao não uso de álcool e drogas e também orientar os pais sobre como lidar com o assunto em casa. “Trabalhamos os adolescentes, bem como os pais e toda comunidade escolar na prevenção dos malefícios que as drogas e a violência trazem para à sociedade e principalmente para os estudantes”, justifica o policial.
 
Para o gestor em exercício de Costa Rica, Roni Cota, o Proerd visa a integração entre a polícia, escola, família e a comunidade no que diz respeito ao enfrentamento às drogas e a violência, além de desenvolver o espírito de solidariedade e cidadania. “O programa mostra para as nossas crianças que suas atitudes e decisões têm consequências para elas e toda a comunidade, ajudando, assim, a construir uma sociedade responsável e consciente”, finalizou o prefeito em exercício, Roni Cota.
 
Para a secretária interina de Educação, Maria Almeida, o retorno das atividades do programa é necessário, considerando o resultado positivo dos cursos voltados às crianças e adolescentes do ensino fundamental. “É imprescindível a volta das ações e curso do Proerd, a qual organiza instrutores entre os policiais militares, rigorosamente selecionados que visam complementar as atividades educativas em sala de aula com um alerta sobre o mal que os entorpecentes causam”, destacou a gestora.
 
Algumas ações a serem implantadas:
- Trabalhar sobre as causas do uso de drogas lícitas e ilícitas;
- Fortalecer a autoestima das crianças e adolescentes a valorizaram a vida, mostrando opções saudáveis de comportamento, longe das drogas e da violência;
- Diminuição da criminalidade nas escolas.
 
Fonte: Assessoria de Comunicação - PMCR
Autor: Silvestre de Castro - Jornalista e Radialista
Seta
Versão do Sistema: 3.2.8 - 16/11/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia